210 mil pessoas em Defesa da Liberdade Religiosa

 

Na manhã do último domingo, 16 de setembro, aproximadamente 210 mil pessoas de diversas religiões e etnias participaram da “Quinta Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa”, na Praia de Copacabana. Promovido pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), o evento contou com a participação de representantes e fiéis de diferentes credos, dentre eles: umbandistas, católicos, candomblecistas, hare Krisnas, evangélicos, muçulmanos, malês, bahá’í, ciganos, kardecistas, wiccanos e agnósticos de diversas instituições e segmentos que compartilham a fé pelo fim da intolerância religiosa.

Animados por trios elétricos, os participantes – vestidos com os trajes de cada grupo religioso ali representado –, mostraram com cartazes e cânticos um exemplo de convivência pacífica. Para o Coordenador da Comissão Arquidiocesana de Ecumenismo e Diálogo Interreligioso, Padre Fábio Luiz de Souza – que levou para o encontro uma saudação e uma mensagem especial de apoio da Arquidiocese e do Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, o encontro foi uma ocasião para que haja mais respeito pelas diversas crenças.

Na manhã do último domingo, 16 de setembro, aproximadamente 210 mil pessoas de diversas religiões e etnias participaram da “Quinta Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa”, na Praia de Copacabana. Promovido pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), o evento contou com a participação de representantes e fiéis de diferentes credos, dentre eles: umbandistas, católicos, candomblecistas, hare Krisnas, evangélicos, muçulmanos, malês, bahá’í, ciganos, kardecistas, wiccanos e agnósticos de diversas instituições e segmentos que compartilham a fé pelo fim da intolerância religiosa.
Animados por trios elétricos, os participantes – vestidos com os trajes de cada grupo religioso ali representado –, mostraram com cartazes e cânticos um exemplo de convivência pacífica. Para o Coordenador da Comissão Arquidiocesana de Ecumenismo e Diálogo Interreligioso, Padre Fábio Luiz de Souza – que levou para o encontro uma saudação e uma mensagem especial de apoio da Arquidiocese e do Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, o encontro foi uma ocasião para que haja mais respeito pelas diversas crenças.

Leia mais AQUI.

Fonte: Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.