Abaixo-assinado pede retirada de vídeos ofensivos a religiões afro-brasileiras

A Comissão de Combate à Intolerância Religiosa e a Associação Nacional de Mídia Afro entregaram hoje (28) um abaixo-assinado com cerca de mil assinaturas ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região, solicitando a retirada de 16 vídeos na internet, considerados ofensivos às religiões afro-brasileiras.

Há algumas semanas, o juiz da 17ª Vara Federal no Rio, Eugênio Rosa de Araújo, negou o pedido de retirada dos vídeos por entender que a umbanda e o candomblé “não contêm os traços necessários de uma religião”, como um texto-base, a exemplo da Bíblia, uma estrutura hierárquica e um Deus a ser venerado. A decisão provocou críticas de líderes de diversas religiões.

Fonte / Justiça em Foco

Conteúdo completo AQUI.

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.