Arlindo Cruz canta para 25 mil pessoas contra a intolerância religiosa

 

Arlindo Cruz entrou essa ano na batalha – pacífica – contra a intolerância religiosa. Autor de canções que exaltam as religiões de matriz africana, como os versos “O meu lugar é caminho de Ogum e Iansã”, na canção sobre Madureira, o artista começou sua apresentação neste domingo às 15h45 para nada menos do que 25 mil pessoas. Ao todo, desde a manhã, de acordo com a equipe de infraestrutura da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), cerca de 180 mil pessoas lotaram a Praia de Copacabana, para a Quarta Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa.

O movimento reúne judeus, muçulmanos, candomblecistas, kardecistas, umbandistas, católicos, evangélicos, wiccanos, ciganos, budistas hare Krishnas, bahá’ís, seguidores do Santo Daime, maçons, ateus e agnósticos uniram-se para pedir pela democracia brasileira.

Confira o texto divulgado pelo coordenador de comunicação da comissão, Ricardo Rubim AQUI.

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.