Ato no Rio pede fim da intolerância religiosa e defende liberdade de expressão

O fim da intolerância religiosa e a defesa da liberdade de expressão marcaram os debates do encontro de líderes religiosos hoje (21) na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no centro do Rio de Janeiro, em uma parceria da entidade com a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (Ccir) e o Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (Ceap).

No encontro, os líderes religiosos destacaram em uma carta que “a liberdade religiosa é um patrimônio social que precisa ser devidamente resguardado para que extremistas não cometam crimes em nome de Deus”. No documento, eles pedem a criação de um Plano Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. O babalaô Ivanir dos Santos, integrante do Ceap, disse que este é o momento de promover a ética e a discussão responsável do tema pela sociedade.

Leia conteúdo completo AQUI.

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.