Ato reúne líderes contra intolerância religiosa

Representantes de vários credos se mobilizaram nesta quarta na ABI para retirar vídeos ofensivos a cultos afros da web

Rio – O ato ‘Independente de Escolhas, Somente Unidos Somos Fortes’ reuniu líderes de diversas religiões na Associação Brasileira de Imprensa (ABI) no início da noite desta quarta-feira em ato de desagravo à sentença do juiz Eugênio Rosa de Araújo, que manteve vídeos de conteúdo ofensivo às religiões afro no YouTube.

Organizado pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) em parceria com a Associação Nacional de Mídia Afro, o ato teve como objetivo principal colher assinaturas para documento que pede a retirada do ar desses vídeos. O magistrado da 17ª Vara Federal do Rio, apesar de ter voltado atrás em sua declaração de que ‘umbanda e candomblé não são religiões’, manteve a decisão de não retirar os vídeos do ar.

Fonte /  Café das quatro

Conteúdo completo AQUI.

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.