Babalaô contesta decisão que não reconhece religiões afro-brasileiras

Em entrevista ao Redação Nacional desta segunda-feira (19), o babalaô Ivanir dos Santos, interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa disse que recorrerá ao Conselho Nacional de Justiça contra a decisão judicial que não reconhece a umbanda e o candomblé como religiões.

O Ministério Público Federal (MPF) recorreu ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região contra a mesma sentença proferida por um juíz titular da 17ª Vara Federal do Rio de Janeiro, Eugênio Rosa de Araújo. Ivanir considera a decisão preconceituosa, e que fere a Constituição, além de ser um estímulo ao preconceito.

Fonte/ Rádios EBC

Conteúdo completo AQUI.

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.