Babalawo Ivanir dos Santos recebe homenagem em igreja evangélica

O conselheiro estratégico do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP) e interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), babalawo Ivanir dos Santos, esteve, no dia 23 de novembro, na Igreja Evangélica A Voz de Deus, em Jacarepaguá, convidado para uma homenagem a personalidades que ajudam o Brasil na luta contra o racismo. Os membros comemoravam a Festa da África, e, durante o culto, exaltaram a cultura do continente com danças, apresentações e vestimentas. Além dele, Benedita da Silva, reverendo Marcos Amaral, entre outros foram citados como notáveis que contribuem por um País sem racismo.

Comandada pelo pastor Ayo Balogum, a celebração iniciou com orações, seguidas de apresentações de danças africanas. No telão, Zumbi dos Palmares e Pelé também foram lembrados como pessoas que orgulham a Nação Brasileira. Em sua fala, Ivanir dos Santos comentou sobre a Lei 10.639 e a importância de aceitação entre os diferentes credos. “Ao ver estas apresentações de dança, ratifico o que venho falando há dez anos sobre uma lei federal: a 10.639. Ela institui os ensinos das histórias da África e da Cultura Afro-Brasileira nas escolas de todo o Brasil, e não tem nada a ver com religião”, proferiu o sacerdote do Candomblé, que completou se dizendo honrado por estar em uma igreja evangélica. “Temos de conviver com o diferente. O fato de eu não cultuar o Criador como vocês não quer dizer que sou demônio, como algumas pessoas acham. Cada um tem o livre arbítrio, que foi dado por Ele e, por isso, respeitar, conviver e não demonizar são demonstrações de que seguimos um de seus principais mandamentos: amai o próximo como a ti mesmo”.

Aplaudido pela igreja, o babalawo teve sua fala complementada pelo pastor Balogum. “É uma honra receber o Ivanir aqui. Temos crenças diferentes, mas ele não tenta me convencer de nada, assim como também não faço o mesmo com ele”.

O culto teve continuidade com palavras do pastor, que citou nomes importantes da história do mundo – como Mandela, Luther king -, afirmando que cada pessoa deve seguir seu ideal para que possa, também fazer história no mundo.

Clique AQUI e veja as fotos

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.