BERÇO DA UMBANDA PODE SER SALVO POR PREFEITA EVANGÉLICA

 

“Procurada desde sexta-feira, porém, ela não ainda não se manifestou sobre o assunto.”

A salvação da casa que testemunhou o nascimento da umbanda, em Neves, São Gonçalo, está na mão da prefeita da cidade, Aparecida Panisset. Com o prazo apertado — o imóvel centenário deve ser demolido ainda esta semana, conforme o EXTRA noticiou anteontem — os institutos federal e estadual de patrimônio histórico temem não conseguir agir a tempo de proteger o local.

Um decreto da prefeita — que é evangélica —, desapropriando o imóvel para fins culturais, resolveria o impasse. Procurada desde sexta-feira, porém, ela não ainda não se manifestou sobre o assunto.

— Um imóvel com essa importância histórica tem que ser desapropriado. Ela é evangélica, mas uma pessoa pública tem que estar acima da religião — reivindicou Ivanir dos Santos, interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR).
De acordo com o arquiteto e urbanista Augusto Ivan Freitas Pinheiro, outros mecanismos para tentar evitar a demolição da antiga casa de Zélio Fernandino de Moraes, fundador da única religião 100% brasileira,seriam mais lentos.

Leia Mais AQUI.
FONTE: Ricardo Barreira

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.