Caminhada contra Intolerância Religiosa levou milhares a Copacabana

 

Católicos, evangélicos, espíritas, judeus, mulçumanos, ciganos, ateus e representantes de outras denominações religiosas se deram as mãos neste último domingo (19/9), durante a 3ª Caminhada Contra a Intolerância Religiosa, que ocorreu na Orla de Copacabana.

O movimento contou com vários trio elétricos, ao som do grupo Olodum. A caminhada, organizada pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), já ocorre pelo terceiro ano consecutivo: em 2008, reuniu cerca de 20 mil pessoas; em 2009, uns 80 mil; em 2010, estima-se que foram mais de 70 mil. Alguns veículos da imprensa chegaram a dizer que ficou em torno dos 150 mil.

De acordo com o babalaô, também um dos responsáveis pela CCIR, Ivanir dos Santos, “o Brasil é um país laico, e mesmo assim ainda existe muito preconceito”, durante uma palestra para universitários na quinta-feira passada, em Ipanema.

A CCIR atua na defesa de diversas pessoas vítimas de intolerância religiosa. Em junho do ano passado, a entidade entregou um documento ao Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (ONU), no qual apontava a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), como propagadora da intolerância religiosa no país, incitando a perseguição, o desrespeito e a “demonização”, principalmente quanto às religiões de origem africanas, conforme noticiado pela Folha de São Paulo.

Fonte: Leitura Subjetiva

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.