Caminhando a gente se entende” tem lançamento com auditório lotado no Gustavo Capanema

 

 

A presidente da República, Dilma Rousseff e babalawo Ivanir dos Santos

A noite do dia 23 de janeiro de 2012 foi mais que especial para aqueles que abraçam a causa da liberdade religiosa. O Auditório Gustavo Capanema, no Centro do Rio, estava lotado quando uma citação de Nelson Mandela deu início à comemoração pelo Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, oficializado pela Lei 11.635/07. E para celebrar a data, a CCIR lançou o livro “Caminhando a gente se entende”, um registro histórico sobre as quatro Caminhadas realizadas na Praia de Copacabana. Após a execução do Hino Nacional, a atriz e cantora Soraya Ravenle, leu um poema de Martin Niemöller. “Todos nós, artistas ou não, devemos colaborar e discutir sobre essa causa. Estou maravilhada em ver a efetividade desse trabalho em torno de um objetivo comum, e que beneficia o cotidiano das pessoas”, disse a artista, que é judia.A violinista Marta Muniz, que pertence à religião bahá’í, e a poetisa Lia Vieira, que é espírita, se apresentaram e em seguida, foi exibido um vídeo de trinta minutos sobre a Quarta Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa. Em setembro de 2011, mais de 180 mil pessoas estiveram na Praia de Copacabana. O DVD, contendo imagens e depoimentos de diversos religiosos, também foi lançado oficialmente durante o evento e emocionou os presentes.

Leia mais AQUI.

Fonte: Mariano de Xangô.

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.