CCIR comemora aniversário com ato inter-religioso e homenagem a Dragão do Mar

Em clima de confraternização, diversos religiosos e representantes da sociedade civil compareceram à Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, neste sábado, 29 de março, para comemorar o sétimo aniversário da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR). O centenário da morte de Francisco José do Nascimento, o “Chico da Matilde” (mais conhecido como “Dragão do Mar”), também foi lembrado, bem como a inauguração da exposição de fotografias “Caminhando A Gente Se Entende”.

Após o café da manhã servido no salão de recepção da igreja, o interlocutor da CCIR, babalawo Ivanir dos Santos, deu início ao ato, ao lado de outros líderes religiosos que compõem a comissão. O local escolhido para a comemoração deste aniversário foi a tônica das palavras de padre Fabio, representante do arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta. “Este local é um dos poucos que protegem e guardam o grande tesouro de nossos ancestrais de etnia negra, e nos lembra o horror que foi a escravidão. Dom Orani parabeniza a Comissão pelos serviços prestados à sociedade”, disse o padre.

Dias melhores

O juiz provedor da Igreja do Rosário, Carlos Alberto Silva, falou de esperança por dias melhores. “Esta fé tem que ser construída como se constrói o alicerce de uma casa. Espero que saiamos alegres por termos unido todos que, à sua maneira, tenham fé”. Seguindo o mesmo raciocínio, o pastor anglicano Daniel acredita que estamos convergindo para uma liberdade individual de credo. “Religião significa religar ao sagrado, aquilo que é luminoso, sobrenatural. É uma alegria ver que somos de várias religiões, mas estamos falando sobre a mesma coisa”, proferiu.

Marilucia Pinheiro, representante dos bahá’is, fez uma analogia sobre os sete anos da CCIR com as sete cores do arco-íris e as sete notas musicais. Ainda sobre o número 7, Antonio Rocha, do Budismo, falou sobre a alegria, um dos sete fatores de iluminação que sua religião prega. O wiccano Og Sperle, presidente da União Wicca do Brasil (UWB), destacou o convívio e o respeito entre os membros. “O exemplo que as lideranças religiosas dão ao falar pouco de religião e debater assuntos comuns à sociedade é o maior presente que esta Comissão pode receber”.
Para Jonas Quintero, da Religião de Deus, “precisamos continuar promovendo, acima de tudo, o entendimento”. E, ratificando as palavras de Quintero, a seguidora de krshna Raga Bhumi enfatizou que “o diálogo, a confiança, a amizade e o respeito serviram de base para o sucesso do grupo”.

A coordenadora do Movimento Inter-Religioso do Rio de Janeiro (MIR), Graça Nascimento, colocou o compromisso da luta pelo respeito a que todos têm direito. “A nossa árvore-Brasil é formada pela cultura do negro, do indígena, dos ciganos e também a europeia. Este é um grande encontro espiritual, com o objetivo de construção de um mundo melhor, de mais respeito, paz e harmonia”, revelou.
A vice-presidente do Movimento Umbanda do Amanhã (MUDA), Marilena Matos, fez uma citação. “Jesus morreu na cruz para unir os homens. Não permitamos que os homens, em nome de Jesus, nos desunam”.
Segundo a candomblecista Mirian D’Oyá, graças ao trabalho da Comissão, o que era tolerância se tornou respeito. “Vim caminhando, paramentada, e as pessoas não me olhavam de maneira diferente. Sinto orgulho de fazer parte do Candomblé e desta Comissão. E não aceito tolerância. Exijo o respeito que a minha religião merece”, exclamou.

Representação da Polícia Civil

E, por falar em respeito, de acordo com o delegado de Polícia Civil Henrique Pessoa não há mais espaço para questões como racismo, xenofobia e intolerância. “Estamos vivendo um momento único em diversos aspectos, e não apenas pela consolidação deste avanço democrático. O Brasil entrou na rota dos grandes eventos. É preciso fazer com que a população e a Polícia estejam preparadas pra receber pessoas das mais variadas denominações religiosas, dos mais diversos segmentos etnicorraciais e culturais. E é, neste sentido, que acredito o trabalho da CCIR tem sido fundamental neste processo. O evento de hoje consolida a Comissão com aquilo que, de fato, ela tem de melhor: um grande segmento que prima pelos Direitos Humanos”.

Fechando com chave de ouro o ato, Ivanir dos Santos chamou a fundadora da CCIR, Fátima Damas, para falar aos presentes. “A escolha deste espaço foi maravilhosa, e é muito significativa. Estamos dentro do Museu do Negro. Existe alguém que sofreu ou lutou mais do que os negros? É por isso que estamos resistindo, há anos, no combate à intolerância. São sete anos de lutas, ganhando adeptos, amigos, religiosos diversos que, até pouco tempo atrás, se sentiam acuados em sua fé, assim como os umbandistas e candomblecistas. Mas, como hoje é um dia de alegria, agradeço ao Pai Maior por estarmos todos juntos, irmanados no mesmo pensamento positivo, porque precisamos continuar este trabalho”, finalizou.

Homenagem a Chico da Matilde, o “Dragão do Mar”

O momento seguinte foi de homenagem. Em 2014 completam 100 anos da morte de Francisco José do Nascimento, ou simplesmente Chico da Matilde. Em 1879, o “Dragão do Mar” liderou um grupo de pescadores cearenses e negou-se a continuar o transporte de escravos para o Sul do País. A atitude e coragem de Francisco foram determinantes para que, cinco anos depois, o Ceará se tornasse o primeiro estado a abolir a escravidão.

A parceria do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP) com o Conselho Nacional de Praticagem (Conapra) foi divulgada pelas palavras do secretário-executivo do Ceap, Luiz Carlos Semog. “A nossa proposição para o Prêmio Camélia da Liberdade deste ano era a celebração de mil anos de memória negra no Brasil. Eis que, neste processo de pesquisa, o centenário da morte de Francisco José do Nascimento se fez perfeito dentro deste projeto fantástico, que é complementar à Lei 10.639/03. Chico da Matilde, em um ato heróico, interrompe o tráfico negreiro no Ceará e, ainda assim, sua trajetória, como a de outros heróis negros, é sequestrada da História do Brasil”, disse.

Semog explicou como será feita esta parceria. “O CEAP e o Conapra estão propondo o lançamento de uma revista em quadrinhos com a história de Chico da Matilde, para crianças do Ensino Fundamental, um livro para alunos do Ensino Médio, a fim de promover um concurso de redação a nível nacional e um inédito concurso de música. Isto significa que há novas perspectivas para propagarmos a história de justiça e superação do nosso povo. E, para nós, a escola é fundamental nesse resgate”, finalizou.

O presidente do Conapra, Ricardo Falcão, exaltou o patrono da praticagem em seu discurso. “Chico da Matilde foi mais que um prático-mor. Ele é um grande herói do nosso País. Sua atitude em enfrentar o Império e bradar que o tráfico negreiro havia sido extinto dos portos de Fortaleza fez com que ele perdesse sua autorização para trabalhar. Somente após a assinatura da Lei Áurea ele receberia, das mãos do imperador, sua carta de volta. E, até hoje, a praticagem segue defendendo os interesses públicos. Me sinto feliz em estar neste ato inter-religioso, que celebra a pluralidade do nosso povo”.

Exposição de fotografias chega ao Museu do Negro

Após passar por locais como a UERJ, Museu da República e IFCS/UFRJ, a exposição de fotografias “Caminhando A Gente Se Entende” foi estabelecida no Museu do Negro, recém-inaugurado no 2° andar da igreja. A ideia surgiu após a publicação do livro com fotos de diversas caminhadas em Defesa da Liberdade Religiosa, realizadas desde 2008, na Praia de Copacabana. Tida como uma extensão do trabalho da CCIR, a mostra tem como objetivo alcançar mais pessoas e pedir por respeito a todas as religiões. A entrada é franca.

Para ver formato tela inteira clique em FS na barra do álbum.

Para voltar ao normal aperte a tecla Esc em seu teclado.

Aniversário do CCIR

[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1846.jpg]710GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1847.jpg]630GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1848.jpg]590GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1849.jpg]540GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1850.jpg]550GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1851.jpg]540GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1852.jpg]540GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1853.jpg]510GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1854.jpg]470GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1855.jpg]461GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1867.jpg]430GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1868.jpg]420GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1869.jpg]420GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1870.jpg]410GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1871.jpg]400GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1872.jpg]410GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1873.jpg]380GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1874.jpg]360GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1875.jpg]350GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1877.jpg]340GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1878.jpg]330GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1879.jpg]330GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1881.jpg]340GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1882.jpg]310GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1884.jpg]320GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1885.jpg]320GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1886.jpg]310GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_gedc1887.jpg]300GEDSC DIGITAL CAMERA
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0215.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0217.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0218.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0219.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0220.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0221.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0224.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0225.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0226.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0227.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0228.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0230.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0231.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0233.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0235.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0236.jpg]80
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0237.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0238.jpg]80
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0239.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0240.jpg]80
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0241.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0242.jpg]80
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0246.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0250.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0259.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0260.jpg]80
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0293.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0312.jpg]80
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0326.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0329.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0336.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0346.jpg]80
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0360.jpg]80
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0361.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0364.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0367.jpg]110
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0375.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0381.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0399.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0400.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0403.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0405.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0415.jpg]100
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0417.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0425.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0426.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0437.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0450.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0469.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0470.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0471.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0512.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0514.jpg]90
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0662.jpg]80
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0763.jpg]80
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0791.jpg]70
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0795.jpg]60
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0802.jpg]60
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0805.jpg]60
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0809.jpg]60
[img src=http://ccir.org.br/wp-content/flagallery/aniversario-do-ccir/thumbs/thumbs_img_0812.jpg]60

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.