CCIR vai procurar ministro dos Esportes após declarações de Val Baiano

 

A Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), que foi fundada por umbandistas e candomblecistas, fará ato de repúdio contra o jogador do Flamengo Val Baiano, na III Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa, no próximo domingo (19), às 11h, no Posto Seis, assim como anunciado na coluna “Gente Boa”, ontem. Porém, Após a caminhada, os membros pedirão audiência com o Ministro dos Esportes, Orlando Silva. O objetivo é fazer com que os atletas tenham cautela com suas declarações que incitam ao ódio e ao preconceito.

Na última quinta-feira, o jogador do time rubro-negro disse, em um gesto nítido de intolerância religiosa, que:

Confio em Deus. Acho importante rezar e orar. Não gosto de macumba. Se fosse do bem, seria boacumba. Quem sabe jogar água benta nas traves da Gávea...”.

Caso dos jogadores do Santos

Em 01 de abril de 2010, jogadores do Santos, como Robinho, Neymar, Léo, Marquinhos, André, Ganso e Roberto Brum se recusaram, em plena Semana Santa, a entrar na casa espírita “Lar Mensageiros da Luz”, que abriga crianças e adolescentes com paralisia cerebral. A ocasião constava de uma ação de cidadania do time com a doação de 600 ovos para esses moradores especiais. Os atletas santistas alegaram que não sabiam que era um “local espírita”, em uma atitude clara de intolerância religiosa.

Fonte: Olhos do Axé

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.