Crianças e adolescentes homenageiam Ivanir dos Santos

O Babalawo Ivanir dos Santos foi homenageado nesta última segunda-feira, dia 10 de novembro,  com o título de “Líder no mês” por crianças e adolescentes que estudam e recebem outros atendimentos das Associações de Assistência às Causas Sociais do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, bairro da cidade do Rio de Janeiro. O fato de que novembro é o mês da Consciência Negra foi um dos motivos de inspiração dos estudantes. Ivanir dos Santos fez palestra e debateu com alunos e um grupo de mães e pais. Antes do encontro as crianças e adolescentes haviam escrito uma redação sobre o Babalawo e fixado junto e uma fotografia de Ivanir dos Santos em um mural ao lado de trabalhos relativos ao 20 de Novembro, o Dia Nacional da Consciência Negra.

A estudante Paloma, filha e neta de angolanos, disse que em breve deve viajar a Angola para conhecer familiares. O Babalawo Ivanir dos Santos explicou à aluna que, ao chegar naquele país africano o pai vai apresentar a filha e o avô e este vai mostrar a ela a ancestralidade. Outro adolescente comentou, a respeito de intolerância religiosa, que apenas quem tem poder discrimina. Ivanir dos Santos afirmou que os verdadeiros religiosos não discriminam. O Babalawo lamentou que, em uma unidade do Colégio Pedro II, já ocorreu luta corporal por causa de intolerância. O grupo de alunos estava liderado pela Professora Lúcia Frigola.

No encontro com mães e pais, ao responder a Mônica Aparecida sobre a importância de debater, o Babalawo destacou que os debates são uma forma de superar a ignorância. Acrescentou que ignorar é a pior porta para a entrada do preconceito. Edna Pereira disse que muitas pessoas discriminam quem sofre de autismo por desconhecimento e por entender que todos os autistas são violentos, mas que isto não é a realidade.

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.