Entidade religiosa fará ato de repúdio contra Val Baiano

 

 

Entidade religiosa

Hoje na caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa que reuniu cerca de 5 mil pessoas, na Praia de Copacabana, zona sul do Rio, a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) informou que pretende procurar a diretoria do Flamengo, nos próximos dias, para conversar sobre as declarações do atacante Val Baiano, consideradas desrespeitosas.

Na semana passada, ao comentar sobre o jejum de gols do time, o jogador pediu ajuda das religiões, com exceção das de matriz africana: “Se macumba fosse do bem, seria boacumba”, declarou.

No evento estavam presente, representantes de várias religiões, como católicos, judeus, ciganos, seguidores do candomblé e umbandistas.

De acordo com a organizadora do evento, Ivanir dos Santos, algumas religiões têm ultrapassado o limite da liberdade de expressão, “perseguindo” e atacando determinados grupos religiosos.

É o que denuncia alguns praticantes da Wicca (religião neo-pagã influenciada por crenças pré-cristãs).De acordo com a veterinária Shirley Ribeiro, de 32 anos, o preconceito contra as bruxas ainda é flagrante. “Não podemos dizer que somos bruxas. Muitas pessoas, especialmente os cristãos, olham para a gente achando que fazemos coisas ruins”, afirmou.

FONTE: TELA CRENTE

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.