Governo do Rio cria grupo para enfrentar a intolerância religiosa

 

Cresce a dimensão da intolerância religiosa no país e, em especial no Rio de Janeiro. Nesta quinta-feira  (2/2), quando os centros de religiosidade de matriz africana voltam suas atenções e homenagens a Iemanjá, o governo daquele estado instala o Grupo de Trabalho Permanente de Enfrentamento à Intolerância Religiosa para a promoção dos Direitos Humanos.
A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos e pela Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos. A cerimônia, marcada para as 15h, ocorrerá na Praça Cristiano Otoni s/nº, Auditório, 7º andar, Prédio da Central do Brasil.
A iniciativa soma-se aos esforços da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, formada por dirigentes de terreiros de Umbanda e Candomblé do Rio de Janeiro, cuja atuação tem trazido à tona as arbitrariedades cometidas contra os umbandistas e candomblecistas, a maioria delas cometidas por seguidores das seitas neopentecostais, que empunham a Bíblia como se fosse um fúzil para exterminar os que professam a religiosidade afro-brasileira.

Leia mais AQUI.

Fonte: Jornal Sem Limites.

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.