Ivanir dos Santos no 1º Encontro de Ogans da Região Serrana

O Teatro Higino, no centro de Teresópolis, recebeu, na tarde desse domingo (15), o 1º Encontro de Ogans da Região Serrana. O evento, que é realizado pelo Programa Melodias de Terreiro, da Rádio Bandeirantes A.M 1360, teve a presença do interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), babalawo Ivanir dos Santos. Ele comentou sobre o atual cenário das religiões afro-brasileiras, diante da decisão do desembargador Roy Reis Friede. Na última sexta-feira (13), o magistrado pediu previamente que o Google retire, em até 72 horas, os 16 vídeos com conteúdo de intolerância religiosa, pertencente à ação movida pelo Ministério Público Federal (MPF).

“Um juiz federal disse que a Umbanda e o Candomblé não são religiões. E a união, agora, é importante por isso. Quando há discriminação, não se quer saber quem coloca flores ou quem sacrifica animais”, adverte Ivanir.

O interlocutor da CCIR explica que apesar de o juiz Eugênio Rosa de Araújo ter voltado atrás em seu argumento, não mudou sua decisão e manteve os vídeos no ar.

Ivanir afirma que o magistrado errou quando disse que as religiões não tinham livro, hierarquia e não acreditam em Deus. “Ele esquece que toda cultura africana tem um Deus. Nossa hierarquia é baseada na ancestralidade. E não tem que ter livro, pois a palavra que é sagrada. Vocês assistiram à nossa vitória quando um desembargador pediu a retirada dos vídeos”, ressaltou dos Santos.

O babalawo convidou a todos para a 7ª edição da Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa, que acontecerá em 21 de setembro, às 11h, na Praia de Copacabana, e finalizou com um alerta. “Esse é o momento muito delicado. Temos candidatos que não gostam de nossas religiões. Fortalecer nossa representação será muito importante, nossa base popular. O que queremos é respeito”, concluiu.

A festa faz parte das comemorações dos 65 anos do “Melodias de Terreiro” e contou com a participação dos grupos Ogans em Ação e Encantos e Batuques. Jô de Castro, integrante da equipe desse programa e uma das organizadoras, avalia a retirada dos vídeos como o reconhecimento de uma força que quem os postou não conhecia. “Nós nos unimos e mostramos a força que temos”, comentou, chamando a todos para o 1º Encontro de Ogans de Queimados, que será realizado no próximo dia 22, às 14h, na Casa de Gondomar, na Rua Amélia, 40.

Para ver formato tela inteira clique em FS na barra do álbum.
Para voltar ao normal aperte a tecla Esc em seu teclado.

.

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.