Luta contra intolerância religiosa marca festa da Polícia Civil do Rio

 

A Polícia Civil do Rio celebra, nesta quinta-feira, o aniversário de 204 anos da fundação da corporação. Para dar início às comemorações, a chefe de polícia Martha Rocha promoveu um culto inter-religioso. Participaram do evento a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR/RJ), a Chefia de Polícia, representantes do Núcleo de Combate à Intolerância Religiosa da Polícia Civil, além de delegados e policiais.
O representante do Candomblé, Ivanir dos Santos, destacou a importância da atuação da Polícia Civil no combate à intolerância religiosa. “Quando designaram um delegado para cuidar da causa, pensei que ele fosse apenas registrar nossas queixa, mas não foi o que aconteceu. O doutor Henrique se comprometeu, abraçou a causa e virou um ativista dentro da sua instituição. O trabalho de todos os policiais civis tem dado resultado, por que agora alguns setores mais nervosos sabem que intolerância religiosa é crime”, declarou o babalawo.
O delegado Henrique Pessoa, coordenador do Núcleo de Combate à Intolerância Religiosa, ressaltou que conseguiu mudar a imagem que a Polícia Civi tinha na comissão. Ele acredita que a entidade vem se tornando referência na luta contra esse tipo de crime. ” Hoje desde investigador até delegado recebe aulas sobre como lidar com a intolerância religiosa na Academia de Polícia”, disse ele.

Leia mais AQUI.

Fonte: Sidney Rezende.

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.