Mães de santo são expulsas de favelas por traficantes evangélicos – Tribuna Hoje

Tribuna Hoje -

Mãe de santo há 30 anos, expulsa da Pavuna: ‘Disseram que quem mandava ali era o Exército de Jesus’

A roupa branca no varal era o único indício da religião da filha de santo, que, até 2010, morava no Morro do Amor, no Complexo do Lins. Iniciada no candomblé em 2005, ela logo soube que deveria esconder sua fé: os traficantes da favela, frequentadores de igrejas evangélicas, não toleravam a “macumba”. Terreiros, roupas brancas e adereços que denunciassem a crença já haviam sido proibidos, há pelo menos cinco anos, em todo o morro. Por isso, ela saía da favela rumo a seu terreiro, na Zona Oeste, sempre com roupas comuns. O vestido branco ia na bolsa. Um dia, por descuido, deixou a “roupa de santo” no varal. Na semana seguinte, saía da favela, expulsa pelos bandidos, para não mais voltar.

Leia conteúdo completo AQUI

Fonte / Tribuna Hoje

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.