MPF determina retirada de vídeos ofensivos a candomblé

Rio – O Google tem 72 horas — a partir da notificação — para retirar do Youtube 16 vídeos que ofendem religiões de matriz africana, como umbanda e candomblé, sob pena de a empresa ser multada diariamente em R$ 50 mil. A decisão é do desembargador relator Reis Fried, da 7ª Turma do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro, com base em ação ajuizada pelo Ministério Público Federal.
A decisão vai de encontro à sentença do juiz Eugênio Rosa de Araújo, titular da 17ª Vara Federal, que não acatara em primeira instância o pedido de retirada do ar dos vídeos apontados como discriminatórios e incitadores ao ódio. Eugênio Rosa alegara em seu despacho que umbanda e candomblé sequer eram religiões.

Saiba mais

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.