NOTA À IMPRENSA

 

O ódio religioso não poupa ninguém

A Comissão de Combate à Intolerância Religiosa REPUDIA a atitude dos jogadores do Santos Futebol Clube, à saber Robinho, Neymar, Léo, Roberto Brum, Fábio Costa, Marquinhos, Galo e André que, numa clara demonstração de desamor e ignorância se recusaram a entrar no Lar Espírita Mensageiros da Luz, na cidade sede do clube, para distribuir ovos de páscoa a 34 crianças portadoras de necessidades especiais. A maioria delas com paralisia cerebral. O fato ocorrido na última sexta-feira (da Paixão de Cristo) causou perplexidade aos religiosos de todo país.

Lembramos aos jogadores – que se dizem cristãos – que o Mestre Jesus deixou como mandamento único “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”, além de passar todos os anos de vida pregando a equidade. Jesus comeu ente os fariseus, andou com prostitutas e ladrões, manteve-se junto a doentes e oprimidos, tudo para que seus seguidores FIÉIS não fizessem, de forma alguma, assepsia de pessoas.

Apenas a ignorância e o desamor podem explicar fato tão lamentável. Principalmente quando cristãos do mundo todo celebram a ressurreição de Jesus. Porém, infelizmente, parece que ódio propalado por igrejas fundamentalistas não poupa ninguém. Essas igrejas ainda se utilizam de pessoas públicas – ídolos de toda uma geração de jovens – como portadores de seu veneno.

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.