Pai Bruno de Pombagira: prisão do falso pai de santo é aprovada por babalorixás, mas causa preocupação em concorrentes

 

Foi-se o tempo que os falsos pais de santo prometiam a volta da pessoa amada em três dias. Em tempos de internet e redes sociais, eles não têm tempo a perder: anunciam milagres em… três horas. E por telefone.

 

Para o presidente da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa e babalaô (título de sacerdote do candomblé) Ivanir dos Santos, o que Edmar Santos de Araújo, de 23 anos, o “Pai” Bruno de Pombagira, fazia não era religião. Era crime. Ele foi preso após extorquir e ameaçar um cliente quarta-feira.

 

Leia mais AQUI.

 

Fonte: EXTRA

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.