Para o respeito à fé

 

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) realizou na última quinta-feira, 17 de maio, o evento “Liberdade Religiosa: O Concílio Vaticano II e a Declaração Dignitatis Humanae”. Representantes da fé católica, israelita, muçulmana, protestante e espírita estiveram reunidos para, à luz do documento da Igreja Católica, refletirem sobre o respeito à liberdade que o indivíduo tem de crer.
— A liberdade religiosa caminha junto com a liberdade de crer. (…) O homem não pode ser coagido a aceitar determinada religião. É um ato voluntário diante de Deus, destacou o Diácono Marcos Gayoso durante a conferência “Dignitatis Humanae – A liberdade religiosa à luz da revelação”.
Na parte da manhã, o mestre em História Social Professor Gilberto Aparecido Angelozzi ministrou a conferência “o Concílio Vaticano II e a Nova Visão de Mundo da Igreja”. Sua abordagem histórica mostrou como a Igreja Católica, a partir desse Concílio, e como importantes líderes de outras religiões, com seus exemplos, passaram a contribuir para o respeito à fé na sociedade. Em seguida, o conferencista bacharel em Direito, Filosofia e Teologia e mestre em Direito Canônico, Diácono Nelson Águia apresentou “Dignitatis Humanae – Aspectos gerais da liberdade religiosa”.

Leia mais AQUI.

Fonte: Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.