Prefeito Eduardo Paes determina urgência na autorização da II Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa

 

Município aguardava NADA OPOR do CBMERJ, que só saiu no fim da tarde de ontem

O prefeito Eduardo Paes determinou que a prefeitura do Rio autorize a II Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa, que acontece amanhã, às 10h, no Posto 6 de Copacabana, em caráter de URGÊNCIA. O email, enviado ao secretário municipal Rodrigo Bethlem foi enviado às 5:45h, de hoje. O município aguardava a documentação do Corpo de Bombeiros, para regularizar o evento. Somente no fim da tarde de ontem, a Divisão de Diversões Públicas do CBMERJ autorizou a realização do evento. O documento chegou à Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) com a informação de que a sub-secretaria de Defesa Civil também irá ceder três UTIs móveis e atendimento médico para os participantes do evento. A Divisão de Diversões Públicas do CBMERJ havia indeferido a realização da II Caminhada porque exigiu uma planilha com a contratação de médicos e ambulâncias particulares para a realização da II Caminhada. O órgão recebeu o ofício em maio, mas só fez exigências na última semana.

Foram quatro meses de espera e angústia. Sem a liberação do CBMERJ não seria possível a autorização da Prefeitura do Rio. Mesmo não precisando de nenhum tramite burocrático para acontecer, por ser um evento religioso, os organizadores da Caminhada sentem na pele a dificuldade em se regularizar um evento inter-religiosos, coordenado por religiosos de matriz africana.

Esta foi a sexta vez que a atuação da CBMERJ tenta comprometer eventos apoiados pela CCIR. Por este motivo o Corpo de Bombeiros será a primeira instituição governamental denunciada no relatório produzido pela CCIR, em 2010. O documento é enviado para Embaixadas, organismos internacionais e instituições que defendem os direitos humanos.

Missão cumprida. Fé com cidadania e respeito às instituições democráticas.

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.