Rita Ribeiro reencontra Chico César e Zeca Baleiro em comemoração dos sete anos de Tecnomacumba

 

CCIR prestigiará espetáculo que levantou público na Terceira Caminhada. Panfleto dá 50% de desconto nos ingressos

Artistas da geração 90 voltam a se apresentar juntos no show que a cantora maranhense realiza no dia 11 de fevereiro no VIVO RIO. Panfleto dá direito a 50% de desconto em ingressos (baixe aqui)

Tecnomacumba

“A comemoração desse aniversário não poderia deixar de acontecer. O esoterismo nos diz que o número sete é mágico e transformador. Sete são os dias da semana. Sete são os pecados capitais. Sete são as virtudes. Sete são os sacramentos. Deus teria feito o mundo em seis dias, descansando no sétimo. E sete, claro, são as notas musicais. Logo, sete anos de Tecnomacumba, que é uma intervenção cultural que mistura música popular brasileira e religiosidade ancestral, não poderiam passar em branco, principalmente porque são sete anos de sucesso!”, explica Rita Ribeiro, que recentemente ganhou o Prêmio da Música Brasileira de Melhor Cantora na categoria Canção Popular por conta do DVD e CD Tecnomacumba – a tempo e ao vivo.

Para abrilhantar a festa, a cantora maranhense convidou dois artistas cujos trabalhos têm bastante identificação com o espetáculo que vem fazendo há sete anos e, mais ainda, com sua carreira como um todo – Zeca Baleiro e Chico César. “Admiro os dois. Começamos nossas carreiras praticamente na mesma época, em São Paulo. Dividimos dores e delícias antes de aparecermos para o grande público, claro que guardadas as devidas proporções. E bem antes de Zeca e Chico serem disputados por intérpretes famosas da MPB, eu já cantava suas músicas em shows de São Paulo”, justifica.

Devido à apresentação de Rita na Terceira Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa, membros da Comissão tornaram-se fãs da artista após o show na Avenida Atlântica. “Não há duvidas sobre o trabalho espetacular desta grande cantora. Como interlocutor da CCIR, sinto-me feliz com a comemoração desses sete anos de sucesso. São merecidos. É claro que não deixaremos de participar do evento e estaremos lá para parabenizá-la”, diz Ivanir dos Santos.

Sucesso na África

Rita Ribeiro também acabou de levar sua intervenção cultural à África, continente ancestral para o povo e a música brasileiros. No dia 15 de dezembro, ela participou do Festival Mundial de Artes Negras em Dakar, capital do Senegal. “Não haveria lugar melhor para dar início às comemorações de sete anos de Tecnomacumba e o pontapé inicial na turnê internacional do que as terras da África negra, principalmente porque Tecnomacumba é um elogio ao componente africano da MPB e da religiosidade brasileira”, justifica.

As novidades não param por aí. Rita Ribeiro renovou, em parte, o repertório do show: às conhecidas releituras de pérolas da MPB que fazem referência à religiosidade de matriz africana, a cantora acrescentou a canção de domínio público Mamãe Oxum, já gravada por Zeca Baleiro e Caxambu, que já foi sucesso na voz de Almir Guineto.

Tecnomacumba é um trabalho que se expressou primeiramente em shows; depois, num disco homônimo de estúdio. Três anos mais tarde, principalmente por sugestão de um público fiel cada vez maior, resolvi gravar o CD ao vivo e o DVD, em cujos extras há um pouco da história de como tudo começou. Tecnomacumba é uma intervenção cultural que busca mostrar o quanto a MPB deve às religiões africanas. E essa intervenção contra todos os prognósticos de um mercado musical que desaprendeu a lidar com a longevidade dos shows de música ou simplesmente com a música que não é descartável, contra todos os prognósticos. Tecnomacumba está fazendo sete anos de existência e resistência. Vou fazer um grande show de comemoração”, promete Rita Ribeiro.

Tecnomacumba vem encantando plateias em todo Brasil com sua fusão de MPB, batuques dos terreiros de Candomblé e beats eletrônicos. Ele Já foi visto por mais de 500 mil pessoas. Ao longo desses “sete anos de existência e resistência”, muitos artistas aderiram à intervenção cultural de Rita Ribeiro, participando do show Tecnomacumba: Maria Bethânia, Alcione, Ney Matogrosso, Beth Carvalho, Margareth Menezes, Sandra de Sá, Mart´nália, Teresa Cristina, Leci Brandão, Davi Morais, Otto, Nicolas Krassik, Totonho e os cabras, Marcos Suzano, Lanlan, Lucas Santana, Carlos Malta e Daúde.


RITA RIBEIRO – Rio de Janeiro – Vivo Rio

Dia: 11 de fevereiro
Horário: 22h00
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo (veja o mapa)
Classificação etária: 16 anos
Capacidade: 4.500

Informações e compra de ingressos
Camarote A = R$ 80,00 (meia R$ 40,00)
Camarote B = R$ 70,00 (meia R$ 35,00)
Pista Superior = R$ 50,00 (meia R$ 25,00)
Pista = R$ 40,00 (meia R$ 20,00)
Platéia Superior = R$ 60,00 (meia R$ 30,00)

Bilheteria do VIVO RIO – Rua Infante Dom Henrique, 85.
Horário de atendimento: segunda a sábado: 12h às 21h e domingo e feriados: 12h às 20h.

Compra por telefone (Ingresso Rápido):
Tel: 4003 -1212
Horário de atendimento: segunda a sábado das 9h às 22h e domingo das 12h às 20h.

Compra pela Internet
(www.vivorio.com.br / www.ingressorapido.com.br)


Pontos de venda

Barra Shopping, Fnac
Av. das Américas, 4.666 Loja B 101/114 – diariamente, das 10h às 20h.

Copacabana, Modern Sound
Rua Barata Ribeiro, 502 loja D – Copacabana – De 2ª à 6ª das 9h30 às 20h e sábados das 9h30 às 19h.

Lagoa, Posto Piraquê
Av. Borges de Medeiros, s/nº – Lagoa – diariamente das 9h às 20h.

Niterói, Posto São Bento (Icaraí)
Rua Roberto Silveira, 283 – diariamente das 09h às 20h.

Jacarepaguá, Alfa Brasil Turismo
Rua Cândido Benício, 1381 sala 201 – De 2ª à 6ª das 9h às 19h e sábados das 9h às 14h.

Campo Grande, Ipiranga Três Pontos
Estrada do Cachamorra em frente ao Héliogás – diariamente das 9h às 20h.

Tijuca, Posto BR Bougainville
Rua Uruguai com Rua Maxell – diariamente das 9h às 20h.

Pilares, Norte Grill – em frente ao Norte Shopping – De 4ª à 2ª das 09h às 18h.

Taxa de Compra através da Ingresso Rápido
Compra em ponto-de-venda: 15% do valor do ingresso
Entrega em domicílio Grande Rio de Janeiro: R$ 15,00
Entrega em domicílio Rio de Janeiro Capital: R$ 10,00
Retirada na bilheteria: R$ 5,00

Meia-Entrada: Estudantes, Professores da Rede Pública do Município do Rio de Janeiro e maiores de 60 anos são beneficiários de desconto de 50%. A venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do beneficiário aos pontos de venda, munido de documento original que comprove condição prevista em lei. É obrigatória a apresentação dos documentos também na entrada do espetáculo.

Estacionamento com manobrista (R$ 12,00 antecipado e R$ 15,00 na hora)

Aceitamos dinheiro e cartões de débito e crédito (Visa, Mastercard, Credicard e Diners)

Não aceitamos cheques

Acesso para deficientes físicos

Ar condicionado

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.