Sete anos da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa

Neste sábado (29), a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) comemorou seu sétimo aniversário com um ato inter-religioso na igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, no Centro do Rio de Janeiro. A celebração — que contou com a presença de líderes e praticantes de, pelo menos, 15 diferentes tradições religiosas — foi dupla, homenageando também a memória de Francisco José do Nascimento, o Chico da Matilde, líder abolicionista negro que viveu entre os séculos XIX e XX. O evento teve ainda apresentações culturais e a abertura da exposição fotográfica “Caminhando a Gente se Entende”, sobre a Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa, marcha anual que em 2014 chega a sua sétima edição.

Fátima Damas, fundadora da CCIR, lembrou a importância histórica do lugar escolhido para a celebração. “O local é simbólico, primeiro por causa da memória da escravidão e segundo porque são sete anos ganhando respeito de todas as religiões e superando a discriminação que antes dificultava a ocupação de certos espaços”, comentou.

Fonte / Koinonia
Leia conteúdo completo AQUI.

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.