Veja AQUI o que saiu na Mídia sobre a passeata e missa pelas vítimas da chacina da Candelária

 

Jovens alemães que fazem parte da Johanniter Jugend, pertencente à Johanniter-Unfall-Hilfe (Johannit)

Já está em processo de prepração a 4ª Caminhada em defesa da Liberdade Religiosa. O evento acontecerá no dia 18 de setembro, no Rio de Janeiro.

Leia Mais AQUI.

Fonte: Portal Ecumênico Oikoumene

 

Protesto lembra 18 anos da chacina da Candelária

RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) –  Representantes da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, integrantes de ONGs e da sociedade civil participam na manhã desta sexta-feira (22) de uma passeata e da missa pelas vítimas da chacina da Candelária, no centro do Rio.

Leia Mais AQUI.

Fonte: O Repórter

 

Pais e alunos da Escola Tasso da Silveira participam de missa de 18 anos da chacina da Candelária

Muitos pais e alunos da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, local onde ocorreu recente tragédia após 12 crianças terem sido baleadas pelo atirador Wellington de Menezes, participam da missa que ocorre nesta sexta-feira (22) na igreja da Candelária, no centro do Rio de Janeiro. O ato é parte das homenagens que marcam os 18 anos da chacina e também tem como mote mobilizar a sociedade a cobrar esclarecimento de crimes contra a vida.

Leia Mais AQUI.

Fonte: Portal R7

 

Vigília, missa e caminhada lembram 18 anos da chacina da Candelária

Uma vigília iniciada na noite ontem, seguida de missa e caminhada, relembrou a morte de crianças na porta da Igreja da Candelária, no centro do Rio. A ministra-chefe da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, Maria do Rosário, pediu que “essa brutalidade, gravada significativamente na história da nossa cidade e do nosso País, nunca volte a acontecer”.

Leia Mais AQUI.

Fonte: Amambai Notícias

 

Vigília de familiares de vítimas de violência lembra os 18 anos da chacina da Candelária

Pais que perderam os filhos vítimas de violência participaram na noite de quinta-feira (21) de uma vigília em frente à igreja da Candelária, no centro do Rio de Janeiro.

O ato lembra os 18 anos da chacina da Candelária, que aconteceu no dia 23 de julho de 1993. Na ocasião, oito pessoas, entre elas seis menores de idade, foram assassinados por policiais militares.

Leia Mais AQUI.

Fonte: Geraldo Luis

 


Comissão de Combate à Intolerância Religiosa
Comunicação CCIR/RJ

 

Deixe um comentário

Voc deve estar logged in para deixar um comentrio.